Já!

Image

2004: Fotocopia 61 mil 893 páginas antes de deixar o ministério da defesa

2009: Rebenta o caso “submarinos” em Portugal

2010: Rebenta o caso “submarinos” na Alemanha

2011: Regressa ao governo para o ministério dos negócios estrangeiros

2012: Desaparecem documentos. Um dos processos é arquivado.

Anúncios